Uma viagem visual e sonora

Olá Amigos

Essa dica de hoje é pára os amantes de um bom filme e de uma maravilhosa trilha sonora. A dica é o filme “Naqoyqatsi – O Mundo em Guerra”, que para os fãs de cinema é uma viagem auditiva e visual, que será exibido pela primeira vez no Brasil.

O canal de assinatura da HBO é quem nos trará esse belo presente nesta quinta feira (27/8). “Naqoyqatsi – O Mundo em Guerra” é o terceiro filme da trilogia dirigida pelo documentarista Godfrey Reggio e que foi iniciada com “Koyaanisqatsi – Uma Vida Fora de Equilíbrio ” nos anos 80 e seguida por “Powaqqatsi – Vida em Transformação” nos 90, todos igualmente maravilhosos.

Nesta nova produção, imagens digitalmente modificadas se fundem com a música de Philip Glass num estimulante documentário sobre a globalizada e violenta sociedade contemporânea, em que a tecnologia alterou de todas as formas possíveis a experiência humana.

No elenco do longa-metragem, Marlon Brando, Elton John, Julia Louis-Dreyfus, Bhagwan Mirchandani e Steven Soderbergh, que fazem depoimentos e lêem textos que pontuam as impressionantes imagens.

Eu assisti as versões “alternativas” dos filmes e fiquei simplesmente maravilhado e impactado com o que vi e ouvi. Os filmes são maravilhosos!!! Mas especialmente com o filme “Naqoyqatsi – O Mundo em Guerra”, pela atualidade e modernidade do tema. Para ilustrar o que eu disse olhe o que cita o Nivaldo Ribeiro: “Naqoyqatsi” é uma experiência e além de qualquer palavra que mescla a força das imagens com a música e atinge em cheio o coração hiperacelerado da aldeia global digitalizada do século XXI. Ao misturar imagens cotidianas alteradas através de efeitos digitais de última geração, o documentário hipnotiza o espectador que, mesmo sem querer, se deixa levar pela sonoridade de Philip Glass.

Como todos sabem adoro filmes com mensagens não verbais, e apesar da natureza não verbal do filme, o grande lance em “Naqoyqatsi – O Mundo em Guerra”, é fazer com que as pessoas falem a respeito de como a tecnologia afeta nosso dia-a-dia, alterando as formas de mídia, arte, entretenimento, política, esportes, medicina, ética e a cara da natureza humana. É um absurdo de bom, aínda mais se o som for Dolby digital…

Recomendo ver a Trilogia Qatsi, alugar, comprar pois os filmes são daquelas experiências imperdíveis da vida. Nesta mesma linha de filme Baraka (indicação do Paulo Bicarato do Alfarrábio) é outra viagem maravilhosa. Essa dica vai especialmente para os queridos amigos Sérgio Lima e José Roig.

Recomendo

Abraços

Equipe NTE Itaperuna

Eu vi o Homem na Lua: 40 anos

Olá Amigos

Já fazem 40 anos desde aquele dia em que vi um montão de pessoas na sala da minha casa. Perguntei ao meu pai o que estava acontecendo e ele falou:

– Meu filho o que está acontecendo é história. O homem chegou a lua.

Apollo 11 astronaut Edwin Buzz Aldrin, Jr., the lunar module pilot of the first lunar landing mission, stands on the surface of the moon.
NASA/Newsmakers/Getty Images

Parei e fiquei olhando ali meio incrédulo, pois como o homem pode ir a lua, mas os meus olhos me mostravam que sim. Desde então acalentei o sonho de ser um astronauta, alias sonho de qualquer garoto na infância. Usar aquela roupa maneira, viajar de foguete (ou funete, né mãe?) e poder ir a onde ninguém mais foi.

Apollo 11 lifted off aboard the powerful Saturn V rocket.
Ralph Morse/Time Life Pictures/Getty Images

Em 20 de julho de 1969, aparelhos de televisão em todo o mundo transmitiram a mesma imagem indistinta: Neil Armstrong descendo a escada do Módulo de Pouso Lunar Eagle e tocando a superfície da Lua com sua bota. A frase dele, “um pequeno passo para um homem, um salto imenso para a humanidade”, tornou-se uma das mais conhecidas na história. O famoso pouso foi um final triunfante para a corrida espacial.

The lunar landing module Eagle descends onto the surface of the moon, carrying Apollo 11 astronauts Buzz Aldrin and Neil Armstrong.
MPI/Getty Images

Mas aquele momento histórico na superfície da lua foi resultado de muitos anos de esforços dos programas espaciais norte-americano e soviético. Os astronautas que primeiro desceram à superfície da Lua tiveram de viajar 383 mil quilômetros para chegar ao seu destino, sobreviver ao severo ambiente lunar e voltar para casa são e salvo. Não foi uma tarefa fácil.

Virgil I. Grissom, Edward White and Roger Chaffee were killed in a fire inside a practice module for the aborted Apollo 1 mission at Cape Kennedy, Florida.
MPI/Getty Images

Até hoje, apenas 12 pessoas – todas homens e todas integrantes do programa espacial dos Estados Unidos – caminharam na Lua. Mesmo com toda a tecnologia do século 21, a profissão de astronauta ainda é conhecida como carreira para poucos e destemidos bravos. Mas se os astronautas de hoje podem ser considerados homens corajosos, o que dizer daqueles que sem qualquer garantia de sobrevivência, e a troco de quase nenhum dinheiro, deram os primeiros passos da humanidade rumo ao espaço na década de 40?

Os Eleitos - Ed. Especial (DVD Duplo)

Outra emoção sobre o pouso do homem na lua foi o filme “Os Eleitos” (1983) de Philip Kaufman (A Insustentável Leveza do Ser). O filme conta sobre o épico e glorioso sonho americano de conquistar os céus e viajar pelo espaço. Esse sonho também é um marco cinematrográfico que mostra um audacioso piloto de testes, sete valentes astronautas em uma brilhante jornada de heroísmo: Os Eleitos, o espetacular filme de Phillip Kaufman baseado na obra de Tom Wolfe.

http://static.hsw.com.br/gif/homem-na-lua-bg-top.jpg

Vencedor de 4 Oscar, Os Eleitos narra a história do pioneiro programa Mercury e seus astronautas: nomes como Shepard, Grissom, Glenn, Carpenter, Schirra, Cooper e Slayton, os primeiros americanos a viajarem com suas primitivas naves espaciais rumo a uma nova fronteira.

http://static.hsw.com.br/gif/homem-na-lua-bg-bottom.jpg

Antes deles, porém, os livros de histórias falam sobre o lendário Chuck Yeagar, o homem que muito antes das luzes da fama se voltarem para os “espaçonautas”, se tornou o primeiro homem a quebrar a barreira do som pilotando o admirável X-1. Sam Shepard (como Yeager), Dennis Quaid, Barbara Hershey, Fred Ward e muitos outros, fazem desta divertida e arrebatadora saga humana, algo tocante e envolvente. Os Eleitos é um entretenimento emocionante, em todos os seus preciosos momentos.

full moon
NASA/Photodisc/Getty Images

A cena deles caminhando todos juntos dentro do galpão é uma das mais bonitas já filmadas. Assista o trailer do filme e depois corra para locadora.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=QuR1p7UdI2Y&hl=pt-br&fs=1&]

Isso mostra o tão importantes são os sonhos. Eles devem ser sempre alimentados. O mundo é de quem sonha, acredita e realiza.

Mas tem uma coisa que eu gostaria muito de saber:

O que você estava fazendo nesse dia?

Me conte a sua história.

Abraços

Equipe NTE Itaperuna