Adivinha quem faz aniversário hoje?

Telio Navega

As histórias em quadrinhos no seu devido lugar

Há exatos 25 anos, no dia 18 de novembro de 1985, nascia uma fantástica tira de quadrinhos chamada “Calvin & Haroldo” (“Calvin and Hobbes”, no original). Nesta data, os jornais nos apresentaram a um moleque de grande imaginação chamado Calvin, que vivia loucas aventuras com seu tigre de pelúcia, Haroldo.

Ambos saíram da mente criativa do americano Bill Watterson, que não produz mais nada com seus personagens há 15 anos. Pena. Watterson vive recluso – como um Salinger dos quadrinhos – e nega qualquer licença para transformar a dupla de heróis da fantasia em camisetas, canecas ou qualquer outra coisa que a gente queira usar. Mas talvez tenha sido melhor assim.

No Brasil, a editora Conrad vem lançando, aos poucos, todas as histórias do moleque genial. Já foram publicados sete livros, veja só. Todos são incríveis. E o blog “Depósito do Calvin” vale a visita.

Primeira tira de Calvin e Haroldo

Fonte: Gibizada

O poder da ignorância

Olá Amigos

Hoje estamos publicando uma tira feita a partir de um pedido meu para o fantástico cartunista Rodrigo Leão editor do blog igualmente fantástico Nóis na Tira. O pedido era que ele fizesse uma tira para que pudéssemos usar em nossos cursos e que pudesse ser um alerta aos professor.

A tira teria que mostrar a resistência de alguns professores em se atualizar em sua pratica pedagógica e quanto a resistência ao uso das TICs na sala de aula. Ele, como sempre, fez uma tira maravilhosa. Hoje ele publicou a tira em seu blog e nos como não podíamos deixar passar também a publicamos aqui no Caldeirão de Ideias.

Maravilhosa !!!

Agora vou contar uma historia verdadeira que vai ilustrar o que eu tenho debatido e falado aos nossos leitores. A minha amiga e leitora do Caldeirão de Ideias, Professora Elaine dos Santos mestre (e doutoranda) em estudos literários. Professora da rede estadual de ensino em Restinga Sêca/RS e editora dos blogs Profe Elaine e Experiências literárias me contou uma historia pra lá de engraçada se não fosse triste do início ao fim.

Ela leciona em uma escola onde há muita resistência ao uso das TICs e de onde um aluno foi, meses atrás, retirado do Laboratório de Informática porque estava destruindo patrimônio publico: ele “abriu” o drive de CD e como a professora não possuía “intimidade” com CDs, apenas com disquetes, o assunto acabou na direção da escola.

Sem comentários ou como a própria Elaine fala: professor com BIOSBaita Ignorante Operando o Sistema.

Abraços

Equipe NTE Itaperuna

>O poder da ignorância

>Olá Amigos

Hoje estamos publicando uma tira feita a partir de um pedido meu para o fantástico cartunista Rodrigo Leão editor do blog igualmente fantástico Nóis na Tira. O pedido era que ele fizesse uma tira para que pudéssemos usar em nossos cursos e que pudesse ser um alerta aos professor.

A tira teria que mostrar a resistência de alguns professores em se atualizar em sua pratica pedagógica e quanto a resistência ao uso das TICs na sala de aula. Ele, como sempre, fez uma tira maravilhosa. Hoje ele publicou a tira em seu blog e nos como não podíamos deixar passar também a publicamos aqui no Caldeirão de Ideias.

Maravilhosa !!!

Agora vou contar uma historia verdadeira que vai ilustrar o que eu tenho debatido e falado aos nossos leitores. A minha amiga e leitora do Caldeirão de Ideias, Professora Elaine dos Santos mestre (e doutoranda) em estudos literários. Professora da rede estadual de ensino em Restinga Sêca/RS e editora dos blogs Profe Elaine e Experiências literárias me contou uma historia pra lá de engraçada se não fosse triste do início ao fim.

Ela leciona em uma escola onde há muita resistência ao uso das TICs e de onde um aluno foi, meses atrás, retirado do Laboratório de Informática porque estava destruindo patrimônio publico: ele “abriu” o drive de CD e como a professora não possuía “intimidade” com CDs, apenas com disquetes, o assunto acabou na direção da escola.

Sem comentários ou como a própria Elaine fala: professor com BIOSBaita Ignorante Operando o Sistema.

Abraços

Equipe NTE Itaperuna